Vegetarianismo a Dieta do Yogi

Dieta do Yogi

Diz-se que nosso nível de desenvolvimento, mental e espiritual, é refletido no tipo de alimentos que ingerimos e nosso estado de consciência se revelam na natureza destes alimentos escolhidos. Ambos yoga e ayurveda nos aconselham a adotar uma dieta Sattvica, e a dieta mais tranqüila é a ovo-lacto-vegetariana . Essa dieta, acredita-se, incentiva o desenvolvimento das qualidades superiores de paz, amor e consciência espiritual.

Yoga e Ahimsa A base de uma dieta ideal sattvica é a atitude de ahimsa ou não-violência. Uma dieta sattvica é antes de tudo puramente vegetariana, evitando todos esses métodos que envolvem a morte ou danos a animais. Além disso, muita ênfase é colocada em alimentos naturais, ou seja, alimentos cultivados em harmonia com a natureza, em solos de boa qualidade e que produz um amadurecimento natural ao produto. Estes alimentos devem ser cozidos da maneira correta e com uma dose certa de amor. Uma dieta como esta ajuda-nos no desenvolvimento da nossa saúde e na captação e reserva de uma dose extra de prana ou energia vital e ampliação da consciência espiritual.

O objetivo de uma dieta altamente saudável dentro do yoga é o desenvolvimento da capacidade de armazenar muito mais força física e espiritual. A dieta Sattvica é mais adequada não só para a desintoxicação do corpo, mas também para alargar os parâmetros de nossa mente (de acordo com ambas o yoga e a ayurveda, a mente é basicamente composto de elementos vata). E por esta mesma razão, recomendasse alimentos crus juntamente com jejuns freqüentes. Temos a certeza que uma redução na intoxicação corporal, resulta na expansão e desenvolvimento da mente levando-nos a um crescente desapego as coisas que possam atrapalhar a nossa consciência física, e assim elevamos a nossa contraparte espiritual.

Comer alimentos:

• Frutas frescas de todos os tipos.
• Todos os legumes, também a cebola e o alho.
• Grãos integrais, como arroz, trigo e aveia.
• O ideal é comer feijões melhor se for azuki, outros tipos com moderação.
• Castanhas de todos os tipos, como amêndoas, coco, nozes, pecans e
gergelim.
• Manteiga, ghee (manteiga clarificada) e tudo bem natural à base de plantas como óleos de oliva, gergelim e girassol.
• Os produtos lácteos, como leite, manteiga, iogurte e queijo cottage.
• açúcares naturais como açúcar mascavo, mel e melado.
• Gengibre, canela, cardamomo, erva-doce, cominho, coentro, açafrão, hortelã, manjericão, e outras especiarias doces.
• Chás de ervas, água e sucos naturais frescos, particularmente do tipo limão.
• Alimentos devem sempre ser preparados com amor e consciência.

Alimentos a evitar:

• Carnes e peixes.
• Artificial, processados.
• Os alimentos enlatados.
• As gorduras animais, óleos de baixa qualidade bem como margarinas.
• Os alimentos fritos.
• O açúcar branco e farinha branca.
• Os adoçantes artificiais.
• Alimentos velhos e requentados.
• Álcool, tabaco e todos os outros estimulantes.
• Refrigerantes e bebidas artificiais.
• alimentos geneticamente modificados.
• Os alimentos consumidos em um ambiente perturbado ou comidos muito rapidamente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *